Pilula do dia Seguinte, Nomes, Solução para não Engravidar

Por conta da promiscuidade sexual que em nossos dias já é considerado algo mais do que normal, muitas mulheres se esquecem de se proteger com um contraceptivo que deve ser ingerido todos os dias e com isso, ao praticar o ato sexual sem preservativo correm o risco de engravidar.

Para evitar então esses riscos, existe a já conhecida “Pilula do Dia Seguinte“, a qual vamos tecer alguns comentários.

O que é

Também conhecida como “Contracepção de Emergência” a Pílula do Dia Seguinte é o método contraceptivo que pode ser eficaz até 72 horas após uma relação sexual sem a devida precaução contra a gravidez, porém, é preciso saber que ela não pode ser ingerida todos os dias.

O que muitas mulheres ainda não sabem é que a quantidade de hormônios presente em uma única pilula corresponde a metade de uma cartela de contraceptivo diários. Por conta disso, nada de ingerir esse medicamento sem uma consulta ao médico ginecologista.

É bem verdade que se não existir uma contra-indicação, usar a pílula uma vez ou outra, pode até não causar danos, o que não pode é usá-la com frequência, pois nesse caso, os riscos para a saúde feminina são muitos.

Essa pílula existe  como recurso pelo fato de a mulher não ter se protegido antecipadamente para o ato sexual, mas só pode ser usada 1 vez a cada 30 dias, ou melhor ainda, pelo bem da saúde feminina, 1 vez ao ano, pois o seu uso frequente, além de tirar a eficácia dos contraceptivos ingeridos diariamente, por conta da grande quantidade de hormônios que contêm, pode causar efeitos negativos como:

Como funciona essa pílula – esse contraceptivo de emergência tem 3 funções, são elas:

  • Impedir que o óvulo seja liberado
  • Reduzir os movimentos das Tubas Uterinas que transportam o óvulo
  • Descamação do Útero impedindo que o óvulo fecundado se fixe.

Com isso, as chances de uma gravidez são praticamente nulas,  pois mesmo que o óvulo seja fecundado, ele de forma alguma alcançará o útero da mulher.

Também é importante lembrar que o efeito desse contraceptivo não é cumulativo. Com isso, se acaso houver uma outra relação sexual sem proteção após o uso da pilula, as chances de engravidar voltam a existir e o remédio não poderá ser ingerido novamente sem que cause sérios danos a mulher.

Quando ela Evita Gravidez?

Em geral, a recomendação é que essa pílula seja ingerida até 72 horas após o ato sexual. Porém, o correto mesmo, é usar esse contraceptivo o mais rápido possível depois do coito, pois quanto mais cedo se proteger, melhor será para todos.

Atenção – quanto menor o tempo que se leva para ingerir o contraceptivo após o ato sexual, maior é a eficácia do medicamento. Ingerido nas primeiras 24 horas após a relação sexual, a eficácia do medicamento é de 95%.

Já para quem deixar para ingerir a pílula no dia seguinte até 48 horas após, essa garantia cai para 85% e se a ingestão ocorrer apenas no terceiro dia, até 72 horas após a relação sexual, a eficácia do medicamento cai para 58% apenas.

Nomes Disponíveis e Preços

Entre os nomes comerciais para esse tipo de contraceptivo mais conhecidos no mercado podemos citar:

  • Postinor – cada comprimido contém 1,5 mg de Levonorgestrel. Cada comprimido pode custar até R$ 30,00 reais.
  • Pozato – cada comprimido revestido contém 1,5 mg de Levonorgestrel. Esse comprimido pode custar até R$ 27,00 reais.
  • Diad – embalagem com 2 comprimido contendo 0,75 mg de Levonorgestrel. O valor aproximado desse medicamento é de R$ 16,00 reais.
  • Pilem – cada comprimido contém 0,75 mg de Levonorgestrel. O valor aproximado desse medicamento é de R$ 24,00 reais a embalagem com 2 comprimidos.
  • Previdez – cada comprimido contém 0,75 mg de Levonorgestrel. A embalagem com 2 comprimidos tem um valor aproximado de R$ 17,00 reais.

Como Tomar

Para usar esse contraceptivo, não existem segredos, apenas alguns cuidados, pois dependendo da marca pode ser um ou dois comprimidos.

Quando se trata de um comprimido apenas, é só ingeri-lo com um pouco de água. Porém, se a marca desse medicamento oferecer 2 comprimidos, primeiramente é preciso se inteirar da bula para saber como eles deverão ser ingeridos.

Quando se trata de 2 comprimidos, geralmente o primeiro é ingerido logo após o ato sexual e o outro até 12 horas depois.

Efeitos Colaterais

Entre os efeitos colaterais que essa pilula pode apresentar para as mulheres podemos citar:

  • Dor de cabeça constante
  • Irregularidade no ciclo menstrual
  • Diarreia
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Propensão para engordar
  • Perda de cabelos
  • entre outros efeitos negativos

Contra-indicações

A Pílula do Dia Seguinte não pode ser usado nas seguintes situações:

  • Mulheres com problemas cardiovasculares
  • Mulheres com problemas de Coagulação
  • Mulheres com Obesidade Mórbida
  • Mulheres com Hipertensão
  • Mulheres com Complicações Hepáticas
  • Mulheres com histórico de Trombose
  • Mulheres que estejam amamentando
  • Mulheres que estejam menstruadas ou que a menstruação esteja próxima.

Quanto tempo demora para a mulher menstruar depois de usar esse contraceptivo de emergência:

O tempo para a menstruação aparecer é bastante relativo, mas em geral, o atraso dura até 21 dias, pois os efeitos hormonais dessa pílula desregulam todo o ciclo menstrual da mulher e pode levar até 60 dias para que todo o ciclo menstrual volte ao normal.

Lembrete importante – convém lembrar também, que para a mulher que faz uso desse contraceptivo, quando a menstruação volta, ela pode ser mais intensa e com uma coloração escura, por conta do medicamento, o que é perfeitamente aceitável.

 

Leia também:

Remédio PÍLULA DO DIA SEGUINTE nome, preço, como tomar


Comprimido e Pomada para Coceira na vagina, nomes, tratamento


Remédio Antibiótico para Clamídia (Veja como tratar)


Antiinflamatório para mau jeito nas costas (Tratamento para coluna)


Remédio para Rinite Alérgica, Tratamento que não Falha