Tratamento para Bruxismo entenda como é Feito

O ser humano está sempre sujeito a possíveis disfunções no organismo que podem ocorrer por causas diversas, muitas inclusive, motivadas por problemas de saúde já existentes.

O que acontece é que o mecanismo do corpo humano é bastante complexo, com cada órgão ou sistema funcionando em harmonia um com outro e quando então existe uma complicação, outras podem sobrevir como reação.


Entre essas disfunções no organismo podemos citar o “Bruxismo”, um problema que caracterizado pelo ranger dos dentes durante a noite que quando não tratado, também comprometerá a arcada dentária.

Por isso, vamos tecer alguns comentários sobre esse problema e também falar sobre as opções em tratamento para Bruxismo que os médicos poderão recomendar.


Bruxismo, O que é

Denomina-se Bruxismo, uma desordem funcional no ser humano, que não tem cura caracterizada pelo ranger dos dentes durante as horas de sono ou mesmo durante o dia, mesmo acordado.

A pressão exercida sobre os dentes pode causar desgaste e amolecimento dos dentes e ainda em casos mais graves, ainda pode ocorrer problemas ósseos, comprometendo a gengiva e articulação.

Infelizmente, na grande maioria das vezes, o indivíduo com essa disfunção, só sabe que tem o problema, quando é alertado pelo companheiro (a) ou então quando vai ao dentista e esse diagnostica essa disfunção.

Quais as Causas

Não existe uma causa definida para que ocorra o problema do Bruxismo, mas de acordo com alguns especialistas pode ser por conta de:

  • Problemas neurológicos como ansiedade, estresse, frustração, raiva ou problemas relacionados ao Mal de Parkinson e outras doenças neurológicas,
  • Problemas relacionados ao sistema respiratório como Apneia do sono,
  • Alinhamento anormal da dentição, tanto a superior como a inferior,
  • Problemas estomacais com o refluxo,
  • Reflexos de uma dor de dente ou mesmo dor no ouvido, (mais comum em crianças)
  • Efeitos colaterais de medicamentos como Fluoxetina, Venlafaxina, entre outros.

Além disso, o uso de bebida alcoólica, tabagismo e/ou outras drogas aumentam as chances do desenvolvimento da doença nos adultos que se manifesta tanto durante o dia como durante a noite.

Sintomas do Bruxismo

Alguns sintomas mais comuns do Bruxismo são:

  • Desgaste na esmaltação dos dentes, com exposição das camadas mais profundas dos dentes,
  • Ranger ou apertar dos dentes durante as horas de sono, ou mesmo durante o dia,
  • Aumento na sensibilidade dos dentes,
  • Dor na região da face e mandíbula,
  • Facilidade e lesionar um dente, seja com trincas ou quebrados,
  • Recuo de língua,
  • Dor de cabeça,
  • Dor parecida com uma dor de ouvido,
  • entre outros sintomas.

Graus da Doença

Segundo especialistas, o Bruxismo pode ser classificado em 3 graus:

  • Grau 1 – nessa condição, a doença é menos agressiva e também, os quadros são ocasionais,
  • Grau 2 – por conta da ansiedade, nessa situação, a doença precisa ser tratada para evitar que cause danos à dentição,
  • Grau 3 – o caso mais complicado da doença, pois nesse caso, o paciente apresenta o hábito, mesmo consciente disso, e as lesões na dentição bem bem acentuadas.

Além disso, podemos classificar o Bruxismo como:

  • Bruxismo de Vigíla – quando o paciente aperta os dentes por um longo tempo, muito comum nos momentos de tensão ou estresse ou ainda quando está concentrado na leitura de um livro ou assistindo TV.

Também é possível acontecer por conta dos efeitos colaterais de alguns medicamentos utilizados para doenças relacionadas ao sistema nervoso.

  • Bruxismo do Sono – nesse caso, o problema acontece quando a pessoa está dormindo, especialmente na fase do sono leve quando ocorre o ranger dos dentes. O Bruxismo do Sono pode ser primário ou secundário.

Bruxismo do sono Primário – quando não está relacionado a nenhuma outra alteração no corpo,

Bruxismo do sono Secundário – quando o problema está relacionado ao uso de medicamentos utilizados para tratar de problemas neurológicos ou complicações respiratórias.

Tratamento com Botox (Toxina Botulínica)

Em nossos dias, a Toxina Botulínica que antes era recomendada apenas para tratamentos estéticos para corrigir as marcas de expressão, agora já pode ser utilizada para ajudar no tratamento para Bruxismo. Para isso, o Botox é aplicado em pontos localizados na musculatura temporal anterior e masseter, o que impedirá a liberação de Acetilcolina (substância responsável pela contração da musculatura)

Quando o Botox é aplicado sobre a musculatura da mastigação, impedirá a contração muscular que provoca o ranger dos dentes.

Apesar da eficácia no tratamento, é importante que se saiba de que isso, não vai causar a cura da doença, uma vez que ela é incurável, mas pelo menos controlará o problema evitando que os danos sejam maiores e, além disso, o tratamento não dispensará o uso de placas de mordida e também uma correção da mordida.

Na visita ao dentista, este após identificar o problema, poderá indicar o tratamento e ele próprio administrar. Os efeitos desse tratamento começam a ser percebidos após 48 horas com resultados bem satisfatórios após 3 semanas após as infiltrações.

Tratamento com Placa Moldável no Dente

As placas de mordida são muito eficazes para tratamento para Bruxismo, pois evitam o ranger dos dentes e o desconforto na articulação.

Essas podem ser em acrílico ou em silicone com algumas diferenças, tais como:

  • Placa de Silicone – a grande vantagem dessa placa é o conforto na boca, porém ela não é tão eficaz, pois por ser um material poroso, pode facilitar a proliferação de bactérias na boca.
  • Placa de Acrílico – apesar de não ser muito confortável, esse tipo de placa guarda um espaçamento impedindo que a boca se feche, promovendo o relaxamento da musculatura da mandíbula.

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 5
Total de Votos: 4

Tratamento para Bruxismo entenda como é Feito