Primeiro 1 mês de Gestação ( Gravidez ) Sintomas e mais

A maioria das mulheres sonham com o momento de ter filhos, mas geralmente, quando a concepção acontece, com 1 mês de gestação, a mulher pode não perceber que está grávida, um grande perigo para aquelas mulheres que pretendem engravidar mas não se preocupam com os cuidados de saúde.

Mas para aquelas mulheres que de fato estão ansiosas para engravidar e que não têm ainda muito conhecimento sobre como acontece já no primeiro mês de gestação, vamos trazer alguns comentários úteis que certamente poderão contribuir para um começo de gestação tranquilo.

Sintomas Observados

Algumas mulheres não apresentam nenhum sintoma no início da gravidez, mas o atraso na menstruação já pode ser o sinal que tanto se aguarda. Além disso, existem outros sintomas que precisam ser observados, pois também podem ser uma comprovação da gestação, são eles.

A seguir esses são os primeiros sintomas de gravidez:

  • Corrimento vaginal escuro em lugar da menstruação,
  • Dor de cabeça,
  • Cólica,
  • Enjoo pela manhã,
  • Escurecimento nos mamilos,
  • Vontade mais constante de urinar,
  • Sono excessivo sem um motivo aparente,
  • Alterações no humor,
  • Vômitos,
  • Prisão de ventre,
  • Desejo de ingerir um alimento incomum (em algumas situações apenas),

Apesar de existir esses sintomas, isso não quer dizer que a concepção já existe, pois como se sabe, os sintomas da TPM são parecidos e as dúvidas aumentam quando existe a irregularidade no período menstrual.

Para evitar então, algum risco de interromper uma gestação, melhor para mulher é ficar atenta e qualquer desconfiança, será melhor buscar por ajuda médica e confirmar o que está acontecendo.

Como minimizar os sintomas apresentados

Para aliviar alguns dos sintomas que ocorrem no início da gravidez e que  causam alguns constrangimentos e desconforto existem algumas soluções bem aceitáveis, tais como:

  • Para amenizar o sintoma de enjoo – evitar alimentos gordurosos e chupar uma bala de gengibre são sugestões que contribuem bastante para diminuir o desconforto com os enjoos. Além disso, chupar um picolé de limão ou mesmo de laranja também é muito útil para evitar o transtornos desse sintoma.

Em nossos dias, já existe no mercado as pulseiras contra enjoo que podem ser buscadas na farmácia. Essas pressionam um ponto bem específico no pulso que por conta dos reflexos ameniza ou previne os enjoos.

  • Para evitar o cansaço – prover o organismo com vitamina C e ferro é uma ótima ideia para ajudar a prevenir o cansaço. Sucos naturais preparados com morangos, laranja, limão entre outros frutos com vitamina C são muito benéficos.

Além disso, o descanso também é muito importante. Horas de sono durante a noite e um descanso apropriado durante o dia, certamente é bem vindo para relaxar e combater o estresse físico durante a gravidez.

  • Como aliviar a prisão de ventre – além de aumentar o consumo de alimentos saudáveis ricos em fibras como é o caso das frutas e legumes é importante ingerir muito líquido saudável especialmente a água. Atividades físicas como as caminhadas diárias também contribuem para amenizar a prisão de ventre.

A hidroginástica é uma das atividades físicas mais recomendadas inclusive para as gestantes, pois ela é bem completa.

  • Como aliviar os desejos de se alimentar – mulheres grávidas podem sentir o desejo de se alimentar demais ou mesmo querer se alimentar de alimentos incomuns.

Esse desejo pode ser indícios de alguma deficiência nutricional no organismo e, por isso, é importante buscar pela ajuda do obstetra ou mesmo de um nutricionista para aprimorar o cardápio diário com alimentos necessários para suprir essas necessidades.

  • Como aliviar as hemorroidas – para aliviar as hemorroidas, uma ótima ideia é fazer os chamados banhos de assento com água morna. Além disso, pode-se aplicar um pano embebido em chá de Hamamélis na região anal, pois esse tipo de chá contém propriedades anti-inflamatória e adstringente.

Também para prevenir ou aliviar a hemorroida com seus sintomas, pode ser importante fazer uso de uma pomada específica que o próprio obstetra poderá recomendar.

  •  Como aliviar os gases durante a gravidez – o aumento dos gases no período de gravidez é muito influenciado pelo trânsito intestinal que se torna mais lento.

Uma boa dica como solução para o aumento dos gases é fazer uso de chá de erva-doce, por exemplo que contém propriedade anti-espasmódica ou então ingerir 1 cápsula de carvão ativado durante o dia, desde que devidamente recomendado pelo médico.

  • Para aliviar a dor de cabeça  – durante a gravidez, especialmente em sua fase inicial pode surgir por conta das alterações hormonais ou também por conta da falta de glicose no sangue, cansaço ou mesmo por conta da fome.

Uma boa ideia para aliviar a dor de cabeça nessa situação é aplicar compressas frias na fronte. Além disso, é interessante fazer uso de algumas gotas de óleo de Alfazema colocadas junto ao travesseiro no momento de dormir, pois esse óleo apresenta ação analgésica e certamente irá oferecer bons resultados.

  • Para aliviar a sensibilidade nos seios – muito comum nos primeiros meses de gravidez, a sensibilidade nos seios pode ser amenizada com o uso de um sutiã mais indicado para mulheres gestantes.

Como ocorre a Fecundação

A fecundação acontece no momento em que o espermatozóde se encontra com o óvulo quando então formam o zigoto. Esse processo ocorre no interior das trompas e a partir daí, o óvulo já fecundado irá seguir rumo ao interior do útero onde se desenvolverá o feto.

Primeiramente, o zigoto se divide em 2 células e depois em 4 células e assim por diante. Essas divisões ou clivagem marcam o início do desenvolvimento do embrião.

Quando chega a um estágio ao qual denominamos de Blastocisto, o embrião se implanta na parede uterina

A primeira “Clivagem” acontece mais ou menos 24 horas após a fertilização. Já o Blastocisto se forma entre o quarto e o sétimo dia depois do ato sexual.

Quando o zigoto atingem a cavidade intra-uterina, é produzido um hormônio ao qual denominamos de Coriônico Gonadotrófico (HCG). Esse hormônio vai dar o sinal para que o organismo feminino comece a produzir estrogênio e progesterona.

Quando o estrogênio e a progesterona alcançarem a glândula Hipófise, darão o sinal de que existe a gestação quando a hipófise para de produzir o (FSH) e o (LH) que são os hormônios que induzem o ovário a uma ovulação.

Assim, quando uma mulher está grávida, é o exame do hormônio FSH que vai indicar a gravidez. Após um primeiro dia de falha na menstruação o exame já poderá ser feito para apontar ou não uma gestação.

Primeiros Exames pedidos pelo médico

Em geral, os primeiros exames solicitados pelo médico para uma mulher gestante são;

  • Hemograma – indicado para que se possa detectar possíveis doenças que possam provocar alterações na qualidade do sangue.
  • Tipo sanguíneo e fator RH – mais um exame por demais importante para que se descubra os tipos de sangue tanto da mãe como do pai e consequentemente do bebê.
  • Glicose em jejum – importante para prevenir uma possível diabete gestacional com riscos também para o feto.
  • Exame de sangue VDRL – importante para saber se a mãe não é portadora de sífilis.
  • Exame de sangue para HIV,
  • Exame de sangue para Rubéola,
  • Exame de sangue para Toxoplasmose,
  • Exame de sangue CMV.

Todos esses exames são de fundamental importância tanto para a futura mãe como para o feto. Se acaso existir algum tipo de complicação com a saúde da gestante, pode-se controlar o problema ainda cedo e evitar comprometimento para o feto.

Como iniciar o pré natal

Toda mulher consciente que demonstra amor pelo filho, vai começar a se cuidar e se planejar bem antes da concepção e logo que surgem os primeiros sintomas vai tomar o cuidado para visitar um ginecologista para confirmar ou não a gravidez.

Depois disso, em caso positivo, o exame pré-natal deverá ser feito até o final da gravidez, pelo menos 1 vez ao mês.

Pelo certo  o pré-natal deve iniciar pelo menos 3 meses antes que ocorre a concepção quando a mãe já começa a ser orientada para se preparar para que a gestação aconteça e se desenvolva da melhor maneira possível.

Com a antecipação do pré-natal a mulher a mulher será orientada a:

  • Começar a usar ácido fólico – necessário para prevenir a má formação do sistema nervoso central do bebê,
  • Tomar as vacinas necessárias para uma gravidez segura,
  • Fazer exames de avaliação para prevenir e tratar possíveis doenças existentes que possam comprometera gestação,

Atenção – se o pré-natal não for iniciado com essa antecedência é dever da futura mãe conscientizar-se de iniciar e dar continuidade ao pré-natal assim que desconfiar da gravidez, será bom para ela e principalmente para o bebê.

O exame de Ultrassonografia será solicitada pelo médico logo na primeira consulta, de preferência entre a 7ª e 8ª semana da gestação, pois já será possível observar o saco gestacional e os batimentos cardíacos do embrião.

Esse exame logo no início da gestação tem como objetivo maior confirmar a gestação e descobrir se ela é única ou gemelar. Além disso, com esse exame é possível saber se a gestação é Tópica ( com o embrião dentro do útero) ou Ectópica (o saco gestacional se encontra fora do útero, com a gestação acontecendo nas trompas, nesse caso, sendo necessária uma cirurgia).

Ainda com o exame de Ultrassonografia feito logo na primeira consulta entre a 7ª e 8ª semana, é possível calcular o tempo dessa gravidez comparando com a data da última menstruação de acordo com a informação da gestante e com isso, também será possível calcular o tempo em que vai acontecer o parto se tudo correr bem durante a gestação.

A Primeira semana de Gravidez

Durante os primeiros 7 dias de gravidez, o óvulo já fertilizado migra da trompa de Falópio para o útero quando se dá o processo de Nidação geralmente por volta do quinto dia se estendendo até o final da primeira semana.

A partir daí, o embrião se fixa na parede do útero e começa a se desenvolver. Durante esse período, a Pílula do dia Seguinte ainda poderá fazer efeito para quem não deseja engravidar.

Na primeira semana de gestação, o embrião pode medir até 0,1 mm, mas a mulher praticamente não percebe nenhum sintoma sendo que os poucos que surgem podem ser confundidos com os sintomas de menstruação.

Segunda semana de Gestação

Na segunda semana de gestação, o embrião é envolvido pelo sistema circulatório da mãe através das veias sanguíneas que ele mesmo formou para desenvolver a placenta. A partir desse momento, ou melhor, mais precisamente no décimo dia de gravidez o embrião é implantado no endométrio uterino e começa receber os nutrientes necessários para o seu desenvolvimento através do Saco Vitelínico também conhecida por Vesícula Vitelínica.

A partir da segunda semana de gestação já é possível realizar um ultrassom para acompanhar a saúde da futura mãe e do bebe.

O que ocorre na Terceira semana

Na terceira semana de gravidez, algumas mulheres já começam a sentir alguns sintomas. Entre esses sintomas podemos mencionar:

  • Enjoos especialmente nas primeiras horas do dia,
  • Sonolência e sensação de cansaço,
  • Prisão de ventre,
  • Seios mais sensíveis e doloridos,
  • Variações no humor,
  • Vontade de ir a casa de banho com frequência.

Apesar de ser necessário em todos os momentos da vida, no que diz respeito às atividades físicas, estas devem ser recomendadas pelo médico para evitar possíveis complicações ao feto nessa fase da gestação.

A Quarta Semana

Com o tamanho de um grão de arroz, o óvulo agora implantado na lateral do útero, se divide em camadas e células e já pode ser chamado de um embrião. As células crescerão e se transformarão em um pequeno ser e na medida em que a gestação prossegue todos os órgãos se formam até completar todo o desenvolvimento.

Como é o feto de 1 mês de gestação

Quando a mulher não está esperando por uma gestação, mesmo com 1 mês de gravidez ela ainda pode estar alheia à concepção.

No final do primeiro mês de gestação o feto tem o tamanho de um grão de arroz. Os relevos que vão dar origem aos braços surgem a partir do vigésimo sexto dia e os que vão dar origem às pernas surgem a partir do vigésimo oitavo dia.

Nessa fase o bebê já tem uma cabeça com 2 pontos negros onde vão se formar os olhos.

Tamanho do bebê depois de 4 semanas

Com 1 mês de gravidez, o bebê vai estar do tamanho de uma sementinha, menor ainda do que um grão de arroz com um tamanho de 5 mm apenas. Nas duas próximas semanas, começa a formar-se o Tubo Neural, o Coração, o Aparelho Digestivo, as Orelhas, os Braços, os Olhos e também as Pernas.

Cuidados para o Primeiro Trimestre

Desde o início da gravidez, é importante atentar para os cuidados a serem tomados pela futura mãe, pois desses cuidados vai depender a gestação segura e tranquila. Vamos então a alguns deles mais necessários:

Visita ao médico

Se essa visita ainda não aconteceu, para se confirmar a gravidez, é preciso visitar o médico ginecologista que recomendará alguns exames para confirmação dessa gestação e então dar início de fato aos cuidados do pré-natal.

No pré-natal mensal são feitos os exames necessários para ajudar a garantir uma gestação tranquila e graças a isso, se por ventura surgir algum tipo de complicação, é mais fácil controlar a situação.

  • Cuidados com a alimentação

  • Muitas pessoas não aceitam essa ideia, mas a alimentação tem muito a ver com a segurança do bebê e da gestante durante a gravidez. Futuras mães que se alimentam corretamente, tem maiores condições de fornecer os nutrientes corretos para o feto se desenvolver com saúde e elas próprias se beneficiam preparando o corpo para as transformações que vão ocorrer durante a gestação.

Os alimentos para o primeiro trimestre de gestação, começando já com 1 mês de gestação devem ser ricos em ferro, ácido fólico, proteínas, gordura saudável, vitaminas e iodo.

  • Além disso, é importante outros cuidados, tais como:
  • Vícios – cigarro, bebida alcoólica, café, chá preto, e outros vícios nocivos a saúde devem ser abolidos,
  • Cuidar das emoções – a mulher assim que souber da gravidez, precisa começar a se acostumar com a ideia das mudanças que começam em sua vida,
  • Procurar por soluções que aliviem os enjoos – comum entre as mulheres grávidas no primeiro trimestre de gestação, os enjoos podem ser evitados ou pelo menos diminuídos. É importante, logo pela manhã, ingerir alguns biscoitos leves, pois esse sintoma geralmente é causado por conta do estômago vazio pela manhã.
  • Esforços excessivos – com 1 mês de gestação é importante que a mulher não faça esforço excessivo como, por exemplo levantar peso, pois o embrião ainda está se fixando no útero e, nesse caso poderá ser perigoso. Na verdade, esse conselho é válido para todo o período de gravidez.
Leia também: