5 meses de Gestação ( Gravidez ) sintomas, o bebê e a mamãe

Mês a mês durante o período de gestação é preciso que a gestante seja consciente para não se descuidar com a saúde, pois todo erro cometido, pode ser perigoso tanto para ela própria como para o bebê.

Por conta desses cuidados, é importante que cada futura mãe seja acompanhada por um ginecologista responsável, pois essa é uma garantia a mais de que todo o período de gestação vai correr segundo o esperado.

Por isso, agora, vamos comentar um pouco sobre os cuidados que é preciso ter nos 5 meses de gestação (gravidez) por parte da futura mãe para que nem ela e nem o feto sejam prejudicados. Pois agora, já tem meio caminho andado, e só falta a metade da gestação pela frente.

Tamanho e peso do bebê

Quando a gravidez alcança o quinto mês, o feto já apresenta os ossos em desenvolvimento e até os glóbulos vermelhos já podem ser produzidos.

Através de exame de Ultrassom é possível observar que os pequenos vasos sanguíneos transportam o sangue sob a pele que ainda é bem transparente pelo fato de ainda não apresentar muita gordura armazenada.

Quanto ao tamanho do feto nesse período de gestação pode chegar a quase 26 cm medidos do calcanhar a cabeça. Já o seu peso fica em torno de 300 gramas.

Tamanho da barriga e peso da mãe

Quando a gravidez entra no quinto mês, já não é mais possível que a gestante esconda que está grávida. A essa altura da gestação, o topo do útero já atinge a altura do umbigo e até o final do quinto mês, já vai estar a pelo menos 2,5 cm mais para cima deixando a barriga bem aparente.

A emoção de sentir o bebê mexer pela primeira vez

Não tem como não se emocionar na primeira vez que o bebê se mexe não é mesmo? É uma sensação única e muito gratificante para o casal que espera ansioso por esse serzinho que vai preencher o espacinho especial dentro do coração.

Por outro lado, quando o bebê se movimenta pela primeira vez, automaticamente a mãe se tranquiliza, pois é sinal de que tudo está correndo bem na gravidez.

Mas, o fato é que esse é o momento em que podem ser sentidos os movimentos, porém, constata-se de que com apenas 6 semanas  o bebê já se mexe e soluça, e  as vezes parece borboletas dentro do abdômen, mas  é só fazer um ultrassom para comprovar de que ele se mexe.

As mães de ‘primeira viagem’, tem um pouco mais de dificuldade para identificar esses movimentos, uma vez que eles ainda são muito delicados, e as vezes tão sutis, que sente-se apenas um tremor na barriga, o que muitas vezes, acaba passando não como o bebê se mexendo. Mas, de fato, o é.

Mas, a mãe vai conseguir sentir realmente o bebê se mexendo lá por volta da 18ª a 21ª semanas de gestação, e a partir de então, os movimentos serão cada vez mais acentuados e em maior intensidade. A melhor maneira de sentir esses movimentos, é quando a mãe está deitada, e é muito bom.

Pré natal e exames

Toda mulher deve estar ciente de que o período de gestação precisa sempre ser acompanhado por um médico ginecologista responsável, pois isso é importante tanto para a futura mãe como para o feto.

E também nos 5 meses de gestação (gravidez) é importante que sejam realizados alguns exames para saber com segurança como está o andamento dessa gestação. Entre os exames solicitados pelo médico normalmente estão:

  •  Exame de Hemograma completo – esse é um exame que é solicitado  durante toda a gestação quando pode ser detectado possíveis quadros de anemia, infecções ou alterações das plaquetas,
  • Exame de urina – mais um exame muito necessário para detectar possíveis infecções urinárias. As gestantes devem ficar bem atentas a possíveis sinais como ardência ao urinar ou outros sintomas na urina que não sejam esperados e avisar o médico se acaso acontecer,
  • Exame de Ultrassom – muito necessário para acompanhar o desenvolvimento do feto e a presença de algum tipo de complicação. Além disso, esse exame é sempre bem vindo por parte dos pais que podem ver o bebê no interior do útero materno e nesse caso, o exame aponta muitos detalhes dos órgãos do feto inclusive o seu sexo com maior segurança,
  • Exame de Ecocardiografia Fetal – esse é um exame muito necessário para que se confira a saúde do coração do bebê. A Ecocardiografia Fetal é feita geralmente quando existe algum histórico e doenças cardíacas na família da mulher ou se acaso a gestação está ocorrendo depois dos 40 anos de idade.

Atividades físicas – além dos exames físicos que o médico deverá solicitar, é importante que a gestante mantenha uma rotina com as atividades físicas que vai garantir muitos benefícios para a saúde durante o período de gestação e ainda vai colaborar para o momento do parto, especialmente se for parto normal.

Essas atividades devem ser bem aconselhadas para que não haja excessos que possam prejudicar a gravidez e, nesse caso, as recomendações médicas ou de um bom profissional na área de educação física é o mais indicado.

Sintomas Físicos

Entre o quarto e quinto mês de gestação a gestante começa a sentir-se mais aliviada, pois alguns dos sintomas apresentados desde o início da gravidez deixam de existir ou pelo menos aliviam bastante, entre eles as náuseas e a fadiga. A essa altura, também as mamas tem o aumento estabilizado diminuindo o desconforto e as dores.

Outros sintomas mais percebidos a partir do quinto mês de gravidez:

  • A barriga fica bem visível,
  • A gestante sente-se mais pesada com pelo menos 5 kg a mais,
  • Começam as dores na virilha, coluna, nas pernas e nas costas,
  • Possíveis incômodos com a postura na hora de dormir,
  •  O bebê movimenta-se com maior frequência para alegria dos pais e outras pessoas que vibram junto com a futura mãe,
  • Período bastante propício para aparecerem as manchas em tom amarronzado no rosto (Cloasmas),
  • Aparecimento das estrias no glúteo, seios, barriga ou nos quadris.

Sintomas psicológicos

Ao entrar nos 5 meses de gravidez a mulher já não sente aqueles transtornos todos do início da gestação causadas pelas alterações hormonais.

Sendo assim, quando a gravidez corre normal, sem complicações, esse período é de muita tranquilidade emocional, pois a futura mãe com toda a satisfação e ansiedade saudável de ter o filho nos braços praticamente não sofre psicologicamente.

E para contribuir com a satisfação da futura mãe, até o desejo sexual começa a se normalizar.

O único inconveniente que pode ocorrer a essas alturas é quanto a estética, pois por mais que exista o desejo de ser mãe, ainda existem muitas mulheres que mesmo durante o período de gestação, se constrangem diante dos estranhos pela forma física do próprio corpo.

Desenvolvimento do feto semana a semana

O 5º mês corresponde as 19ª a 22ª semanas e vejamos a evolução a cada semana:

19 semanas

Nesta fase o bebê tem mais ou menos 15 cm de tamanho e 240 grs de peso.

Ele já começa a treinar seu aparelho digestivo, engolindo o líquido amniótico e fazendo xixi.

Agora os ossos dos ouvidos já estão na sua fase terminal do desenvolvimento, e portanto, ele já consegue ouvir sons externos e ruídos.

É nesta semana que o cérebro aperfeiçoa seu desenvolvimento e também começa a organizar os sentidos.

Para a mãe, o peso da barriga já começa a ser sentido, mas por outro lado, os mal estar do primeiro trimestre passam e agora ela poderá até retomar sua vida sexual.

Pequenos fios de cabelos, sobrancelhas e cílios já começam a aparecer nesta fase, e ele já começa a definir sua feição. Já tem pálpebras, mas ainda não consegue abrir e fechar os olhos, no entanto, é sensível a luz.

As mãozinhas já tem os dedinhos definidos e as unhas, e se abrem fecham.

O órgão sexual já está formado, e em se tratando de meninas, o aparelho reprodutor já está no lugar.

Na mãe agora começa a aparecer a famosa linha negra na barriga e os mamilos também ficam escurecidos.

Curiosidade: Você sabia que 90% do líquido aminiótico é xixi?

20 semanas

Bom agora o bebê já está com 16,4cm de comprimento e mais ou menos 300 grs. Por isso, o útero da mãe já chegou a altura do umbigo.

Os membros superiores e inferiores já estão formados e o bebê já começa a ganhar peso.

Para a mãe, o peso do bebê já começa a obrigá-la a ir no banheiro com maior frequência.

E no exame de ultrassom, já é possível assistir os saltos e brincadeiras que o bebê dá dentro da barriga da mãe.

A hidratação da mãe, agora deve ser maior do que nunca, e esta deve tomar muita água pura, água de coco, e isso deve ser a pelo menos 2 litros diários.

Nesta fase, a produção do vérnix que protege o bebê, está com tudo.

Se até aqui a pele do bebê era mais rosada, agora começa a ficar mais avermelhada, e os órgão internos estão cada vez se desenvolvendo mais, mas os pulmões ainda não funcionam.

Agora o bebê engole ainda mais líquido, fazendo um treino intensivo para seu aparelho digestivo. E o mecônio já começa a ser produzido no seu intestino.

A mãe nessa fase já ganhou mais ou menos 5 quilos, mas precisa se alimentar muito bem com frutas e verduras e alimentos ricos em cálcio.

Como também aumenta a azia, é importante se abster de alimentos muito ácidos e gordurosos.

É importante caminhar para controlar o peso e fazer com que as dores e desconfortos diminuam.

21 semanas

Nesta semana pode-se perceber que o bebê cresceu rapidamente e já está com mais ou menos 26cm de comprimento e 360 grs de peso.

Com 21 semanas o bebê já consegue ouvir o som da sua voz e até consegue identificá-la. E os bebês amam isso. a voz masculina atravessa com maior facilidade as camadas até chegar ao bebê e isso faz com que ele reconheça ainda mais rápido após o nascimento.

Nesta fase seu desenvolvimento prioritário é o dos ossos e dos glóbulos vermelhos, e podem ser vistos nos vasos sanguíneos que ainda são totalmente visíveis sob a pele rosada e transparente.

Seu corpo ainda continua trabalhando o acúmulo de gordura para garantir energia após o nascimento.

Agora ele engole o líquido aminiótico o tempo todo, para formar o mecônio que pelo normal, só será excretado quando ele nascer.

Bom, agora aquela fase de maior insegurança já está passando, e a barriga começa a aparecer.

É preciso exercitar para evitar os inchaços, e também é comum aparecer o corrimento nesta fase, mas caso não tenha cor nem cheiro, não há com o que se preocupar.

Evite alimentos gordurosos e doces, não os coma, e mantenha uma dieta o mais saudável possível. Pois a partir de agora seu bebê vai crescer ainda mais rápido.

22 semanas

O desenvolvimento fetal do bebê  agora já parece completo, apenas com a diferença de este estar mais magro e menor do que quando deverá nascer. E a mãe precisa continuar se alimentando e descansando adequadamente para que o bebê tenha todas as condições de desenvolver-se.

Já mede 27,5cm e tem o peso de mais ou menos 430 grs.

Com os ossos dos ouvidos já completamente formados, já ouve perfeitamente os sons fora da barriga da mãe, apesar de sua audição estar em adaptação.

Agora ele ainda tem muito espaço dentro da barriga da mãe e consegue brincar e dar piruetas do jeito que quiser.

E os traços do bebê já estão formados e podem ser confirmados através do ultrassom.

Os ossos a cada dia mais resistentes e fortalecidos e os chutes e movimentos cada vez mais evidentes.

Entre a 21 e 22 semanas acontece de o médico pedir o exame morfológico do segundo trimestre, para ver se os órgãos do bebê estão todos bem formados. Mas é importante salientar que nem todos os médicos pedem esses exames.

Importante: Este exame não poderá impedir ou resolver a má formação antes do nascimento, mas pelo menos, caso haja algum problema, não deixará o surpresa desagradável no momento do parto. No entanto é importante lembrar de que isso tudo acontece com uma minoria, e não é motivo de ficar preocupada.

Pode acontecer de a pressão arterial se elevar um pouquinho a partir de agora, e o médico deve estar a par de tudo.

A urina é ainda mais frequente, o que é normal, mas fique atenta a qualquer ardor ao urinar, comunique seu médico.

Importante: Gestantes podem sim tomar antibióticos em casos necessários de infecções, mas somente sob prescrição médica. O mais usado nestes casos é a Cefalexina.

A futura mãe agora está ficando cada vez mais sensível e se emociona muito facilmente. Coisas que antes não lhe importavam, agora podem mexer profundamente com sua emoção, mas isso, se deve somente aos níveis de hormônios que estão cada vez mais alterados.

É importante a partir dessa fase, conversar com seu companheiro, pedindo ajuda para vencer com mais tranquilidade os desafios do dia a dia. Pois afinal de contas, a necessidade de carinhos é muito maior agora…!!!

Bom, então é isso, agora você já está bem informada com detalhes sobre o 5 meses de Gestação, mês a mês, e fique tranquila, pois a partir de agora é só se cuidar e seu bebê vai crescer forte e saudável, viu?

Leia também: