3 meses de Gestação ( Gravidez ) sintomas, Enjoos e Crescimento

Quando chega na fase dos 3 meses de Gestação, o corpo da mulher já começa a dar sinais mais evidentes de que uma gravidez está em andamento. Neste mês é a época de fazer o primeiro ultrassom e conhecer o bebê que está se formando dentro de você. A emoção é muito grande!!!!

Mas por outro lado, também é um momento de alívio porque é chegado o fim do momento mais crítico da gravidez, onde o bebê corre riscos, e agora só continuará a se desenvolver cada vez mais, crescer, e amadurecer os órgãos,  e criar material adiposo se preparando para o nascimento.


Outro ponto positivo desta fase é que agora os enjôos serão atenuados e aquele cansaço já não é mais tão persistente. E agora é preciso pensar que a mãe precisa se alimentar com qualidade para manter uma gravidez saudável.

Semanas de Gestação

Até o 2º mês, é considerado um embrião. No 3º mês de gestação, pode-se dizer literalmente de um feto, e a partir daí, começa o desenvolvimento fetal. É nessa fase também  que pode-se sentir o útero logo acima do osso pélvico frontal e abaixo  do umbigo.


Por incrível que pareça, no 3º mês o bebê já tem os rins em perfeito funcionamento, garantindo até o processo de urinar.

Nessas 4 semanas que compreendem o 3º mês de gestação, é importante garantir de que a absorção de ferro seja o suficiente. Para tanto deve-se aumentar também o consumo de vitamina C, uma vez que é ela que vai ajudar na assimilação do ferro pelo organismo.

Melão, Tomate, laranja, brócolis, couve, repolho, acerola,  são alimentos estimulantes para a ação do ferro no organismo e também do cálcio. Também é importante aumentar a ingestão de leite e seus derivados para garantir a produção de cálcio.

Dica: A alimentação da gestante deve ser pensada com atenção, na questão da qualidade e não da quantidade, certo?

Obs.: Para quem faz a contagem do período de gravidez através das semanas,  o 3º mês se faz da 9ª semana até a 13ª semana e dois dias.

Sintomas do 3º mês

A mãe já deve ter alguns quilinhos a mais, normalmente uns 2 ou 3, mas também:

  • A partir de agora aquelas náuseas e vontade de vomitar vão se acalmando;
  • Tonturas e outros mal estar também vão desaparecendo;
  • Exercícios mais leves já podem ser praticados, especialmente as caminhadas;
  • Aumento de energia;
  • Aumento ou aparecimento de corrimento vaginal;
  • Tonturas;
  • Possíveis veias e varicosas;
  • Maior necessidade de urinar;
  • Senso de calmaria;
  • Possíveis esquecimentos;
  • Mudanças na pigmentação da derme;

Desenvolvimento do bebê

Agora seu bebê não é mais considerado um embrião, pois já pode ser dito como um feto. E seu crescimento é de tal forma que em 1 mês ele passa seu peso de 5 para 50 gr, e sua medida de 40mm para 11 cm.

Já está tudo mais definido e ele consegue virar a cabecinha, fechar as mãos e separar os dedinhos dos pés.

Ainda não dá para visualizar o sexo do bebê nesta fase, mas uma coisa é certa, os órgão genitais já estão formados.E se porventura ‘a curiosidade é maior que você’, através de um exame de sexagem fetal, já é possível descobrir o sexo do seu bebezinho.

Ele começa a desenvolver os braços e consegue flexioná-los. Na verdade, ele está crescendo sem parar, e tudo está se desenvolvendo dia após dia. Aquela fina penugem, conhecida como lanugo começa a cobrir seu corpo, e as unhas aparecem, assim como cabelos, dentes, tudo está ali já.

Os olhos e orelhas, nariz e boca, queixo, tudo já está se definindo e estão se posicionando, e os órgão vitais já estão basicamente formados. Abre-se as narinas e formam-se os lábios, algo simplesmente inexplicável.

Por mais que seus movimentos ainda sejam imperceptíveis, ele já reage a estímulos, pois seu lado sensorial já está a toda, e reage a ações como passar a mão na barriga, sons, luz, e também já possui reflexos, tanto que se algo lhe tocar à palma da mão, irá fechá-la imediatamente.

A bexiga já está formada e ele faz xixi a cada 30 minutos mais ou menos.

Ele já possui uma pequena quantidade de glóbulos brancos, mas ainda depende da mãe para ter imunidade.

Seu sistema nervoso central já está formado, mas continuará em desenvolvimento até mais ou menos 1 ano de idade.

Alimenta-se do líquido amniótico, sendo que este tem sabor que pode variar de acordo com a alimentação da mãe.

Dica: Esta é uma boa fase para fazer uma ecografia ou um ultrassom em 3D para observar os detalhes desse pequeno e frágil serzinho.

Peso e tamanho do bebê

Acompanhe o crescimento do bebê neste 3º mês que compreende da 9ª a 12ª semanas:

  • 9ª semana – O bebê que tem agora 7 semanas de vida, mede cerca de 23 mm, e pesa mais ou menos 2 g.
  • 10ª semana – Aqui o bebê que tem 8 semanas de vida, mede cerca de 31 mm de comprimento e pesa 4 g.
  • 11ª semana – O bebê agora está com 9 semanas de vida, e mede mais ou menos 41 mm de comprimento e pesa aproximadamente 7 g.
  • 12ª semana – Agora com 10 semanas de idade, o feto já mede cerca de 54 mm de comprimento e pesa mais ou menos 14 g.

A partir de agora o bebê começa a ter características realmente humanas como o rosto, os braços e as pernas que começam a crescer, e agora o bebê já flexiona os joelhos, fechar as mãos e encolhe os pés.

Nessa fase já dá para descobrir o sexo do bebê através de um exame conhecido como sexagem fetal.

Mudanças no corpo da Mamãe

Até o 3º mês existe a apreensão por parte da mãe e de  todos os que estão na expectativa, pois corre-se o risco de aborto espontâneo. Mas a partir daí o alívio é enorme, uma vez que os riscos são bem menores.

Outro fator importante é que a mudança hormonal no corpo da mulher é bem acentuada, e isso acaba causando muitas vezes a irritabilidade, mudanças de humor, inchaço, constipação entre outros fatores.

Com 3 meses ou 9 semanas, a gestação continua e as mudanças são várias no corpo da mulher. O ritmo cardíaco acelera devido ao aumento do fluxo sanguíneo, e parece que começa a faltar fôlego.

É basicamente quase impossível esconder uma gravidez a partir do 3º mês, pois as mudanças corporais são bastante visíveis. Seus seios ficam maiores e mais doloridos.

Na 10ª semana a necessidade de urinar com frequência diminui, isso porque o útero sobe para a região do abdômen, descomprimindo a região da bexiga. E nesta fase a mãe irá aumentar alguns quilos, normalmente de 1 a 2.

O corpo da mulher começa a mostrar os contornos de grávida e a aureola do seio fica mais escura, e bem no centro da barriga entre o umbigo e a púbis aparece uma linha escura também, que pode ainda subir além do umbigo.

É possível sentir o bebê se mexer com 3 meses?

Não. Normalmente o que pode sentir é apenas tremidinhas leves no abdômen. O normal é a mulher sentir os movimentos mais expressivos a partir de 18ª a 21ª semanas de gestação. Isso na primeira gestação. Já a partir da segunda, é possível que possa sentir antes.

Mas uma coisa é certa, bebê no 3º mês já se mexe muito.

O bebê dorme quanto tempo por dia na barriga?

O bebê dorme grande parte do tempo, sendo em média mais ou menos 8 horas que fica acordado e 16 horas a dormir.

E acredite você, enquanto eles dormem, acabam sonhando com os acontecimentos do dia enquanto estavam acordados. Isso deixa claro que os sentimentos, atitudes e pensamentos da mãe tem enorme influência.

Como é a respiração do bebê dentro do útero?

Ele respira normalmente por um sistema conhecido como ‘circulação fetal’, onde recebe o oxigênio através da placenta e do cordão umbilical.

Em outras palavras, o ‘oxigênio chega através do sangue materno’.

Gravidez e trabalho

Não dá para esperar mais, se você trabalha, agora é a hora de anunciar que está esperando seu bebê. E isso deve ser através de um atestado médico que será entregue ao seu empregador.

Outro ponto importante que toda mulher grávida precisa saber, é que terá direito a afastamento 28 dias antes do parto.

Também, toda mulher tem direito a 120 dias de licença maternidade após o parto, ou, no máximo de 180 dias.

Pré natal – Exames

É nesse mês que o seu médico poderá indicar o teste de translucência nucal, e um exame   para detectar precocemente a Síndrome de Down que é uma anomalia cromossômica, e este precisa ser feito através da medição de uma região cheia de líquido que fica na região do pescoço, na sua parte posterior.

É necessário que a mãe faça o pré natal nesse mês para fazer todos os exames necessários, garantindo sua saúde e a do bebê. E se porventura, a nuca tiver mais de 3mm, certamente que o médico irá pedir um exame conhecido como amniocentese que tem por finalidade a análise cromossômica.

É nesse mês também que é feita a primeiro Ultrassonografia onde o bebê poderá ser visualizado por inteiro, barriguinha, membros, cabeça, órgãos, entre outros. E também, é claro, poderá ser escutado os batimentos cardíacos do seu bebê, que gera uma emoção sem limites.

Esse exame também possibilita a medição craniocaudal para determinar com mais exatidão a idade da gestação,

A gestante também precisa adotar uma alimentação saudável e equilibrada com todos os nutrientes e vitaminas necessárias para o bom desenvolvimento do feto.

Enjoos e Anemia

Nessa fase os enjôos provavelmente já se foram e caso ainda perdurem já são com bem menos intensidade.

Já a mãe precisa tomar muito cuidado para não ficar com anemia, uma vez que o corpo passa a produzir grande quantidade de sangue para ajudar na nutrição do feto.

Se a anemia for tratada em tempo, será de fácil cura, no entanto, se deixar tomar conta, e somente depois querer o tratamento, tanto a mãe como o bebê poderão correr sérios riscos de saúde.

Existem diferentes tipos de anemia na gestação, veja:

  • Anemia por carência de ferro;
  • Anemia por carência de ácido fólico;
  • Anemia por falta de vitamina B12;

Prevenir a anemia é a melhor opção, comendo alimentos como:

  • Carnes e ovos
  • Espinafre, brócolis e couve;
  • Nozes e sementes;
  • Feijões, lentilha e tofu;
  • Frutas cítricas ou que possuem vitamina C como morangos, laranjas, kiwi, manga e outras.

Sintomas anemia

  • Fadiga ou fraqueza
  • Falta de ar
  • Tonturas
  • Dores no peito
  • Mãos e pés frios
  • Falta de concentração
  • Pele, unhas e lábios pálidos
  • Batimentos cardíacos acelerados ou irregulares

Alimentação da gestante

Como já comentamos: ‘A gestante deve se preocupar com sua alimentação na questão de qualidade e não de quantidade’. Então, frutas, verduras, legumes, cereais integrais e proteínas são essenciais para uma boa nutrição nessa fase.

Muita água para garantir a hidratação e também a manutenção do líquido amniótico e nada de estimulantes como café, tabaco e chimarrão, entre outros.

O que a gestante não deve comer

É bem provável que seu médico ou nutricionista vá lhe dizer que alguns alimentos devem ser evitados, entre eles:

  • Bebidas alcoólicas;
  • Peixes e mariscos com alto nível de mercúrio;
  • Queijos e leites não pasteurizados;
  • Ovos crus;
  • Carnes processadas ou embutidos;
  • Gorduras e frituras;
  • Doces;

Seu bebê será aquilo que você comer mãe, então por favor, tenha consciência!!!

Dicas legais para este 3º mês

Esta é uma fase nova na vida do casal, e é cheia de expectativas, de emoções, alegrias e tudo isso não cabe em si, pois existe a necessidade de:

  • Compartilhar tudo isso com familiares e amigos; Conte, mas conte para as pessoas certas!!!!
  • Começar a planejar sua licença maternidade com tempo, avisar seu empregador, e pensar nas prioridades, não esquecendo que por lei, toda mulher tem direito a 4 meses de licença maternidade.
  • Aproveitar esse aumento de energia e começar a se exercitar de maneira leve. O certo é antes conversar com seu médico, e começar algo seguro e sem riscos para sua gravidez.
  • Começar a criar vínculos afetivos com seu bebê, uma vez que ele já ouve, especialmente sua voz e seus batimentos cardíacos. Então, comece a acariciar sua barriga e conversar com ele, cante e ouça boas músicas, isso vai fazer muito bem.
  • Você e seu parceiro estarem junto nessa, curtindo cada momento como se fosse único. Conversem sobre como poderão criar uma parceria imbatível para cuidar do seu bebê. Assim tanto ele se sentirá mais envolvido como você mãe, mais segura e aliviada para enfrentar os novos desafios.
  • Fazer uma mudança positiva na dieta e começar a descansar mais, para, lidar melhor com os desconfortos ocasionais.
  • Ficar atenta a qualquer sangramento ou sintoma anormal, e imediatamente comunicar ao seu médico obstetra ou ginecologista para garantir a segurança na gravidez.
  • Conversar com o seu médico, caso sintomas comuns nos 3 primeiros meses permanecerem após estes.

Para quem pode observar fotos, imagens ou vídeos de bebês em desenvolvimento dentro da barriga da mãe, percebe que a cada mês acontece um verdadeiro milagre, ‘o milagre da vida’.

Então, agora você já está a par de como será com 3 meses de Gestação, e precisará ter a consciência de que a partir de agora, seu guarda roupa vai precisar ser trocado, pois o crescimento da barriga será constante e cada vez mais acelerado até o final da gravidez.

Precisará também ter consciência de que todos os cuidados acima descritos são essenciais para você e seu bebê.


Leia também: