Remédio para Ferritina Alta, Identificando e Tratando

Por conta de uma alimentação irregular, por vezes pode acontecer de o organismo apresentar deficiência de alguns nutrientes e excesso de outros, o que de alguma forma irá comprometer a saúde do corpo.

Por conta desses excessos ou falta de nutrientes, hoje vamos falar um pouco da Ferritina alta que pode causar alguns danos a alguns órgãos e proporcionar o aparecimento de algumas doenças.

O que é

A ferritina é uma proteína produzida pelo fígado que serve como reservatório de moléculas de ferro no organismo. Mas quando os níveis de ferritina aumentam no organismo, o excesso dessa proteína vai se depositando  nos tecidos para causar danos a órgãos como o fígado, coração, pâncreas e até mesmo aos testículos (no homem).

Além disso, esse excesso de proteína pode causar também o escurecimento na pele e problemas graves nas articulações.

Precisamos entender que a Ferritina alta não quer dizer excesso de ferro no organismo. Isso acontece por conta de problemas metabólicos causado por vezes por conta da Obesidade, pela Diabetes, pela presença de gordura no fígado, ingestão excessiva de álcool, doença renal crônica, entre outras doenças.

Sintomas Observados

Em geral, os sintomas da Ferritina alta são:

  • Dores nas articulações
  • Fraqueza
  • Sensação de cansaço
  • Palidez
  • Falta de apetite
  • Tonturas
  • Dor de cabeça
  • Queda de cabelos.

Níveis Normais

Em geral, quando se trata de indivíduos saudáveis os níveis de referência da Ferritina ficam assim:

  • Homens – 16 a 300 ng/ml
  • Mulheres – 4 a 161 ng/ml, não esquecendo que nas mulheres a ferritina pode se encontrar em níveis mais baixos no período de gravidez por conta do aumento na quantidade de sangue e a passagem de ferro pela placenta para ser fornecido ao feto.

Remédio Deferiprona

O Deferiprona  é um remédio para Ferritina alta indicado no tratamento da sobrecarga de ferro em pacientes com Talassemia Maior quando a terapia de Quelação com a Desferroxamina não pode ser recomendada.

Para entender melhor, a Talassemia é uma doença hereditária caracterizada pelo baixo índice de glóbulos vermelhos no sangue o que pode permitir o desenvolvimento da Anemia. Essa é uma doença que não tem cura, mas pode ser tratada.

Substância ativa desse medicamento – cada comprimido contém 500 mg de Deferiprona.

Como usar esse medicamento – em geral a dosagem desse medicamento é recomendada de acordo com o peso do paciente. Porém, somente o médico responsável por cada paciente é que poderá administrar o melhor tratamento que deve ser seguido com cuidado.

Efeitos adversos – entre os efeitos adversos que esse medicamento pode apresentar podemos citar:

  • Náuseas
  • Vômitos
  • Dores abdominais
  • Coloração anormal na urina
  • Agranulocitose que é a contagem de Neutrófilos inferior a 0,5 x 109/l que é a reação mais grave.
  • Diarreia leve e transitória
  • Efeitos gastrointestinais

Contra-indicações – esse medicamento é contra-indicado nas seguintes situações:

  • Hipersensibilidade aos ingredientes da fórmula
  • Histórico com episódios recorrentes de Neutropenia (contagem muito baixa de Neutrófilos)
  • Mulheres no período de gestação
  • Mulheres no período de amamentação
  • Esse medicamento não deve ser ingerido juntamente com outro medicamento que possa estar associado a diminuição dos níveis de glóbulos brancos.

Além disso, caso uma mulher que esteja fazendo uso do Deferiprona chegar  engravidar, o uso desse medicamento deverá ser descontinuado de imediato.

Alimentos não Indicados

Com respeito aos alimentos não indicados como remédio para Ferritina alta, certamente que os que de fato comprometem são aqueles fornecedores de ferro. Vamos então a uma relação destes alimentos:

  • Carne vermelha, seja de gado bovino ou de qualquer outro animal
  • Fígado – fonte muito rica de ferro
  • Coração de galinha
  • Moela, todos esses muito rico em ferro.

Além disso, é preciso privar-se das bebidas alcoólicas e suplementos vitamínicos que contenham o ferro em sua composição.
Também é preciso abster-se dos frutos do mar crus que podem conter a bactéria Víbrio Vulníficos que é fatal para pessoas com excesso de ferro no organismo.

Quanto aos alimentos industrializados, estes também devem ser deixados de lado, pois todos são enriquecidos com ferro. Mesmo entre os grãos integrais é preciso abrir mão dos feijões, ervilhas, lentilhas, grão de bico entre outros que contenham ferro em sua composição.
Também é preciso evitar o consumo de alimentos com a vitamina C em conjunto com alimentos que apresentem o ferro em sua composição, pois a vitamina C contribui para que o ferro seja absorvido pelo organismo, o que complicaria ainda mais a situação.
Ainda entre as verduras, precisamos evitar as verduras com folhas verde escuras como o espinafre, o brócolis, a rúcula, a alface, cheiro verde, entre outros, pois estes também são ricos em ferro.

O que comer então 

Entre os alimentos que podem ser ingeridos sem comprometer o tratamento para contribuir como remédio para Ferritina Alta podemos destacar:

As frutas cítricas nos intervalos das principais refeições. Podemos então optar por abacaxi, laranjas, pera, entre outras frutas que além de saciar a fome ainda vão abastecer o organismo com os nutrientes que ele precisa.
Também é importante fazer uso de sementes que são ricas em fibras e quanto as bebidas, o chá verde é uma excelente opção para diminuir a absorção do ferro pelo organismo.

Ingerir suco de uva, cacau, nozes, maçãs, amoras, framboesas, chá preto, também é importante, pois eles auxiliam no combate a fome e são ricos em Tanino que inibem a absorção do ferro pelo organismo e consequentemente contribuem para baixar os níveis de Ferritina.

Leia também: