Dieta da Proteína Vegetal Sem Carne (Cardápio)

Se você está em busca de uma Dieta da Proteína Vegetal Sem Carne, fique com a gente, pois é justamente sobre isso que estamos trazendo as informações, deixando você a par de tudo o que deve fazer para ter uma alimentação nutritiva e saudável.

Todos sabemos que as proteínas são essenciais, principalmente numa dieta onde se quer perder peso, e as carnes brancas, derivados de leite e legumes, estão entre os principais para que isso seja possível.

Mas e para quem não come proteínas de origem animal, será que existe solução? É sabido também que as proteínas ajudam na imunidade do corpo e também na formação muscular. E hoje vamos falar especificamente das proteínas vegetais.

Proteína Vegetal O que é

Como o próprio nome já sugere, estas são totalmente de origem vegetal, e podem ser encontradas em muitos legumes, castanhas e sementes.

Podemos perceber então, que não é somente nas carnes que são encontradas as proteínas,  afinal de contas elas podem estar em alimentos como a soja, as castanhas e nozes, quinua, grão de bico, feijões, arroz integral, ervilhas e outras.

Benefícios para Saúde

Os benefícios são inúmeros para a saúde, a começar pela cura de um problema muito comum que é o acúmulo de gases no intestino após a alimentação com proteínas animais, e que com as proteínas vegetais pode ser curado.

Isso acontece porque além de serem providas de alto poder biológico, ainda trazem todos os aminoácidos necessários para o organismo.

Essas também trazem facilidades digestivas, e como são de origem vegetal, possuem menor índice ou quase nada de gordura evitando o entupimento das veias, colesterol alto, pressão arterial alta e outros problemas cardiovasculares.

E para terminar, na sua produção, os impactos ambientais são bem menores do que na produção de proteína animal.

Dieta com 3 Refeições ao dia

Apesar de hoje existirem muitos médicos e nutricionistas que afirmam mais do que 3 refeições diárias, devemos lembrar que nosso organismo é como uma máquina.

E, toda máquina que trabalha demais, sem descanso, acaba desgastando mais facilmente.

Portanto, o ideal é que sejam feitas 3 refeições diárias, a primeira como de um ‘rei’, a segunda como de ‘príncipe’ e a terceira como mendigo, bem leve e pouco.

Comer de 3 em 3 horas, por exemplo, além de ser mais um modismo, ainda não deixa o estômago esvaziar completamente da sua acidez.

No entanto, para comer apenas 3 vezes ao dia, é necessário ter uma alimentação bem equilibrada para não sentir fome.

Cardápio Segunda feira

Desjejum – 1 xícara de leite com café + 1 fatia de pão integral com tofu + 1 fatia de mamão.

Lanche da manhã – 5 bolachas integrais + 1 pera.

Almoço – Strogonoff de proteína texturizada de soja + 6 colheres de arroz integral + 2 colheres de feijão + salada de alface com cenoura ralada e tomate + 1 fatia de abacaxi.

Lanche da tarde – 1 copo de vitamina de abacate + 1 fatia de pão integral com patê de cenouras raladas cruas.

Cardápio Terça feira

Desjejum – 1 xícara de leite com cevada + 2 colheres de aveia + omelete de claras de ovos com legumes + 1 maçã.

Lanche da manhã – 1 pote de irgurte natural + 3 torradas.

Almoço – Yakissoba de ovos com legumes + beringela ao forno + 1 laranja.

Lanche da tarde – 1 copo de suco de couve com limão + 1 fatia de pão integral com hambúrguer de lentilhas + 1 fatia de melancia.

Cardápio Quarta Feira

Desjejum – 1 copo de vitamina de banana + 1 fatia de pão integral com queijo.

Lanche da manhã – 5 bolachinhas integrais + 2 castanhas do pará.

Almoço – salada de legumes com quinua, tofu, brócolis, tomate, milho e cenoura + salada de rúcula com beterraba ralada + 1 tangerina.

Lanche da tarde – 1 copo de leite com cevada + 1 tapioca com ovo.

Cardápio Quinta Feira

Desjejum – 1 copo de suco de laranja com hortelã + 1 fatia de pão integral com patê de grão de bico.

Lanche da manhã – 1 banana + 1 copo de iogurte natural.

Almoço – 1 concha cheia de feijão + 6 colheres de arroz integral + salada colorida com alface, cenoura, tomate e pimentões + almôndegas de beringela.

Lanche da tarde – 1 copo de vitamina com chia, linhaça, gergelim e um tipo de fruta + 1 fatia de pão integral com patê de azeitonas.

Cardápio Sexta Feira

Desjejum – 1 copo de suco verde detox + 1 fatia de pão integral com 2 colheres de queijo cottage com orégano.

Lanche da manhã – 1 colher de sementes de abóbora sem casca.

Almoço – Simplesmente tabule de quinua.

Lanche da tarde – 1 banana.

Jantar – Almôndegas de soja com berinjela à provençal.

Cardápio Sábado

Desjejum – 1 copo de suco verde antiinflamatório + 1 fatia de pão integral com queijo de soja + 2 colheres de aveia.

Lanche da manhã – 1 fruta da sua escolha.

Almoço – Lentilha com batatas  + saladas variadas.

Lanche da tarde – 1 copo de iogurte.

Jantar – 1 copo de vitamina de morangos com leite de amêndoas.

Cardápio Domingo

Desjejum – Batida de leite de alpiste com banana + 1 fatia de pão integral com patê de grão de bico.

Lanche da manhã – 1 fruta da sua escolha + 2 nozes.

Almoço – lasanha de abobrinha + saladas coloridas com queijo branco.

Lanche da tarde – 1 pote de iogurte natural.

Jantar – 1 prato grande de saladas .

é claro que aqui temos somente um exemplo de cardápio para quem quer fazer uma Dieta da Proteína Vegetal Sem Carne, mas o cardápio vegetariano é muito variado e dá para investir em alimentos deliciosos.

Importante: Para quem deseja seguir um cardápio vegano, é só substituir o leite animal pelos de castanhas, alpiste, gergelim e outros.

Leia também: